background img

RECENTES

Aos meus amigos


Tente voar, mas não de tão alto.

Se chover no dia do seu piquenique, relaxe. Chute algumas poças, pule na lama. Abra os braços e seja lavado pelo chuveiro dos céus.

Gaste mais dinheiro com livros que com sapatos.

Não tenha medo das comidas atípicas. A gente só descobre provando e fazendo cara de esquisito. Explique para todos a sua volta que você quer provar se é tão ruim quanto você imagina.

Urine no banho. Economiza a água da descarga. A ONU recomenda.

Quando o sinal da internet cair bem na hora do e-mail tão especial, faça uma ligação para sua tia mais falante. Nós sempre temos uma. Dê atenção às suas palavras e fofocas. Ao voltar, com quase toda certeza, tudo estará normalizado. Senão, peça para sua tia ligar para o Serviço de Atendimento e resolver isso para você.

Sempre procure desenhos em nuvens.

Jamais diga mais de 10 palavrões durante o dia. Se for necessário, escreva-os num e-mail e envie para você.

Faça um canteiro de cebolinhas, salsinhas e tomatinhos. Plante coentro para lembrar que eles são mais bonitos plantados na terra do que saborosos no prato.

Não brigue com a sua avó quando ela temperar a moqueca com coentro. Tenha paciência. Ela sabe o que está fazendo.

Nunca converse na sala diante de uma TV ligada. Nem diante de um computador ligado.

Leia Neruda.

Releia Neruda. Escolha um verso, escreva e cole na geladeira para a sua mãe.

Quando você aprender a conquistar a sua mãe, estará pronto para conquistar a mulher da sua vida.

No primeiro encontro, não fale de seus atributos. Nem de seus defeitos. Se você tem alguma coisa pra falar num primeiro encontro, é porque ele não está sendo bom.

Faça com que os melhores momentos sejam os que te faltem palavras.

Seja eclético.

Seja um menino com coração de menino e um adulto com coração de adulto, que se confunde às vezes.

Assista o jogo do time de coração do seu pai. Torça junto, sofra junto, reclame junto. E num gol a favor, abrace. Num gol contra seu time, coloque a mão no ombro dele e resmungue baixinho que estava impedido.

Não deixe sua mãe ouvir que você fala palavrão perto do seu pai durante qualquer final de campeonato!

Invente sucos. Misture sabores, todos com água. Leite é um veneno nessas invenções. Jamais com manga, diziam os antigos.

Se vista de papai Noel uma vez na vida. Troque as balas por frutas. Encha a molecada de maçãs e laranjas. Pêssego é perigoso para as menores, elas sempre tentam engolir o caroço.

Não faça a burrada de querer explicar que o Papai Noel mora no Pólo Norte. As crianças choram a noite toda. Elas querem que ele more no Brasil. Um lugar bem mais perto e de fácil acesso para a chegada do presente.

Acredite em fábulas.

Desconfie das certezas.

Tenha fé. Mesmo que ela não te dê uma ideia de segurança. Se fosse seguro, seria segurança e não fé.

Com fé, é possível agradar a Deus e, possivelmente desagradará aos homens.

Tenha em sua casa alguns CDs que sempre tocam. Zé Geraldo, Chico Buarque, Almir Sater ... Nara Leão, Cássia Eller, Edith Piaf ...

Tenha sempre em seu carro alguns CDs para viagem. Ben Harper, Beatles, Foo Fighters, Bach e aqueles “Modas de viola Volume XIV”. Mude de estilo ao mudar de estado. Procure algo típico, regional.

Abrace o garçom. Faça ele colocar a bandeja na sua mesa e o abrace. Depois elogie o atendimento dele para o dono do restaurante, que quase sempre está nos caixas ou na saída. Mas isso não é um método para não dar gorjetas.

Aprenda a cozinhar. Saiba a diferença entre alface e rúcula.

Brinque com as crianças. Aperte suas bochechas.

Segure nas mãos da idosa enquanto ela lhe aconselha.

Jamais deixe de bagunçar o cabelo do seu avô.

Leia a Parábola do filho pródigo.

Decore a Parábola do filho pródigo.

Conheça outras culturas. Respeite outras culturas. Ame outras culturas.

Faça uma viagem de trem. Uma a cavalo. Uma a pé. Acampe. Pesque. Nade pelado no riacho pelo menos uma vez na vida. Cuidado com peixinhos, piranhas, jovens com máquinas fotográficas...

Não urine na piscina. Não faça xixi. Não mije. Por melhor que seja a sensação.

Assista a documentários.

Evite gordura trans. É um perigo. É com elas que se faz velas. E no seu corpo ela não queima!

Vá num show. Suba no palco. Dê um mosh.

Sempre tenha um vinho tinto para as noites frias.

Quando ficar em casa for tedioso, dê uma volta na garoa.

Faça uma serenata na chuva.

Cante no chuveiro. Desafine.

Não se vista como querem, seja você, mas não fique tão ridículo.

Compre um buquê de flores para sua namorada. Mas faça com que ela encontre flor por flor, até montá-lo todo.

Chame seu filho de "filhão" e "meu amigo" e sua filha de "princesa" e "minha menina".

Dê ao seu filho ou filha um presente que passou por gerações.

Compre uma camisa do seu time. Vá ao estádio. Cante com a torcida.

Dê socos no ar como fez o Pelé.

Saiba que Deus é Vento que sopra aonde quer. Não se pode enquadrá-lo, esquadrinhá-lo, aprisioná-lo. Nem ideologias, nem religiões, nem lógicas poderão. Só se sabe Dele aquilo que Ele quiser revelar.

Ame até a morte!

Não tenha medo de morrer, tenha pena.

Viva como se fosse sua última oportunidade.

Chore. Chore mesmo que pareça ridículo.

Abra o sorriso quando seu coração estiver bem, mesmo que pareça bobo.

Quebre correntes. Como aquelas chatas que dizem: Passe isso para 600 amigos e seja feliz.

Seja feliz sem precisar fazer alguma coisa para ser.

Escreva uma lista de coisas que te fazem bem.

Imagine. A imaginação é bem mais importante que o conhecimento. Acredite nisso!

Não peide no elevador. Exceto se estiver só.

Coloque apelido em todos os seus melhores amigos. Chame-os assim em seus aniversários.

Tenha um cão.

Prefira as cartas aos e-mails!

Leia Blogs, Twitter, cadernos de redação, diários velhos e as mídias alternativas.

Prefira livros aos blogs.

Aprenda outro idioma. Aprenda algumas notas em algum instrumento.

Não coce o ouvido com um palito de fósforo.


Gito.
Cordeirópolis - SP
26 de Novembro de 2010

TOP 5 DA SEMANA